A lógica de Smolov e a corrupção

Circulou pelas redes sociais o nota de um jornalista sobre um famoso comentarista de TV, que ficou espantado com Smolov, jogador russo, que ao se perceber impedido, não seguia no lance. Segundo o jornalista, o comentarista teria dito que Smolov deveria seguir adiante, pois “vai que o juiz não vê”.
Penso que seja bem fácil julgar entre o jornalista e o comentarista. Nem preciso fazer uma enquete, tenho bastante convicção do resultado… E no dia a dia, somos Smolov ou seguimos a lógica do comentarista?
Isso porque me parece que mesmo aqueles que rapidamente afirmam concordar com o jornalista acabam, na prática diária, adotando o comportamento oposto, ou seja, aquele proposto pelo jornalista.
Na infindável discussão sobre a corrupção, e na nossa luta diária contra ela, seria interessante perceber, em algum momento, que estamos assumindo a lógica de Smolov. O que acho interessante é o fato de que possivelmente, para Smolov nem mesmo existe essa possibilidade, ou seja, de tentar cometer uma fraude. A postura é íntegra porque já incorporada a sua própria personalidade e comportamento.
Salve Smolov!!!

Deixe uma resposta

Fechar Menu