Ainda em casa

No dia 20 de março fui internado pela primeira vez, ao que se seguiram outras três internações. Entre duas delas, tentei voltar ao trabalho, mas não deu certo – fui parar no hospital de novo. Já sabemos o que tenho – inflamação das vias biliares e episódios de colangite – mas não sabemos as causas. O que demanda a realização de mais exames. Os próximos serão uma colonoscopia virtual e uma ecografia do abdôme superior.

Mas, estou bem melhor. Na medida do possível, vou colocando em dia algumas leituras, especialmente os livros “Sociological Paradigms and Organisational Analysis”, de Gibson Burrell e Gareth Morgan, e “Depois da Cristandade”, de Gianni Vattimo. O ritmo é meio lento, porque ainda fico descansando a maior parte do tempo.

Ontem fiz uma perícia médica, no TCU. Devo voltar ao trabalho no dia 6/6. Nesse período até agora, afastei-me de atividades como o Sindilegis e o PV, e tranquei o mestrado na UnB.

Preciso diminuir o ritmo de atividades, que, especialmente em 2010, foi muito intenso. Essa lição, aprendi.

Agradeço a todos que me visitaram, aos que ligaram ou passaram e-mails e aos que oraram.